Riad De La Belle Époque


O Hotel

O Belle Epoque é um belo exemplo da recuperação dos ambientes da antiga Marraquexe. Mais uma fabulosa casa na Medina restaurada para podermos desfrutar dela. Trata-se da casa de Teresa e Victor, que se apaixonaram pela Cidade Vermelha e se sentem felizes por contagiar esta paixão a todos nós. Sente-se o aroma das especiarias e das velas acesas, e no terraço, a cada hora, ouve-se os cânticos dos muezim avisando que é hora de oração. Nos sete quartos do hotel os móveis marroquinos combinam com a arte DECO, e a cada divisão foi dado o nome de uma mulher que personifica a arte de viver, como Karen Blixen, Isadora Duncan ou Anita Delgado. Os quartos dão para o pátio-jardim central. O  Belle Epoque é um exemplo fabuloso do riad clássico, com galerias revestidas a madeira e paredes de filigrana de estuque. Há ainda a destacar uma sala com lareira, uma piscina e um espaço chill-out para momentos muito especiais.


Acessibilidade

Sem querer, Marraquexe é uma cidade onde se pode circular relativamente bem em cadeira de rodas porque a Medina só tem passeios. O hotel dispõe de sinalização em Braille em todas as portas desde março de 2011. Sistema de audio-guia de Marrocos por telemóvel: www.toozla.com


O que fazer?

 Atividades

Marraquexe é uma cidade emocionante e a Medina é o seu maior atractivo, convida a  vários dias de passeio e de compras. É obrigatório visitar o Jardim Majorelle, a Madrasa e o Museu de Marraquexe que lhe fica adjacente. O jardim de Menera, antigo reservatório de água rodeado por uma plantação de oliveiras é também digno de ser visitado. Bem como o Circuito de La Palmeraie, ao longo dos palmeirais a norte da cidade. A estância de esqui de Oukaimeden, na cordilheira do Atlas fica a uma hora de carro. A excursão ao cimo do Toubkal (4.160m) é uma aventura fascinante desde que se possa dispor de dois dias. O Kasbah de Aït Ben Haddou e o Vale de Ourika figuram igualmente entre as visitas obrigatórias.

 Lugares para Visitar

Marraquexe é um ícone de Marrocos e apesar de ter sido invadida pelo turismo mantém muito do seu espírito ancestral. A medina é um mundo imperturbável, um fervilhar de gente e de tendas. A Praça de Jema-el-Fnà é o centro social e turístico da cidade, com as suas diferentes ambiências, de manhã, os encantadores de serpentes, os contadores de histórias e os curandeiros berberes, ao fim da tarde e à noite, os restaurantes ambulantes e as barracas de sumo de laranja ou de caracóis cozidos, tudo envolto pelo fumo das carnes e dos peixes cozinhados na grelha.

 Livros

Marrakech, les secrets des maisons-jardins. Da Editora ACR. Cerca de 70 euros.
Marrakech, l´oasis rouge. Edições La Bibliothèque des Arts, 2003. Cerca de 20 euros.


Gastronomia

 Cozinha

No riad podemos saborear a cozinha clássica marroquina –cuscuz, tajines, espetadas ou o fantástico cordeiro mechoui-.

 Os Produtos Típicos

Doces marroquinos com mel e amêndoas na Pâtisserie des Princes, junto à praça. Babuchas (chinelos típicos de Marrocos), objectos em prata, produtos da “ervanária berbere” na medina.


Instruções 


Galeria