Casona De La Paca


O Hotel

Casona de la Paca é a reabilitação integral da grande casa de índio, nome dado às casas, de estilo colonial e eclético, construídas por espanhóis que emigravam para a América e regressavam ricos. Foi construída no final do século XIX por José Martinez, um vizinho da zona pitoresca cidade de Cudillero, que depois de fazer fortuna em Cuba, regressou à sua terra carregado de lembranças do mundo. Com a riqueza amealhada e a nostalgia acumulada, construiu orgulhosamente este edifício senhorial, uma amálgama de recordações: arquitetura neoclássica, vegetação exótica… manias de ricos em terras de pobres.

A Casona de la Placa é hoje um hotel acolhedor; a sua reabilitação preservou o espírito de uma casa de índios, e em simultâneo adaptou-a às necessidades modernas, com todas as comodidades que se esperam de um hotel de encanto.

As zonas comuns, o salão principal com lareira, a biblioteca e um pequeno bar, ou até mesmo a sala de pequenos-almoços que se transforma em sala de reuniões de jogos ou de leitura, serão os seus recantos favoritos. O novo salão de verão, uma galeria em cristal, que também se transforma em sala de reuniões, tem vista para o jardim; o jardim, em silêncio ou animado pelo canto dos pássaros e os aromas do jardim, que andam ao ritmo das estações do ano, debruça-se sobre o porto de Cudillero, onde podes usufruir de um passeio muito agradável. Os apartamentos de dois pisos, muito bem equipados, ficam situados no jardim e integram-se na paisagem. Este é um hotel especialmente sensorial, um refúgio quase costeiro, ao abrigo das investidas do Mar Cantábrico.


Acessibilidade

O hotel não tem barreiras arquitetónicas, e dispõe de quartos preparados para pessoas em cadeira de rodas, ainda que os quartos de banho não estejam ainda totalmente adaptados. Dispõe de sinalização em braile e relevo para cliente com dificuldades de visão.


O que fazer?

 Atividades

Todo o tipo de atividades desportivas e de lazer ligadas ao mar, campo e montanha - passeios a cavalo, canoagem, vela, passeios em barco para 8 pessoas, ideal para um dia de pesca com os amigos.

 Lugares para Visitar

Cudillero e o seu porto de pesca, Playa del Silencio (praia), Ruta de los Miradores (rota de miradouros), Avilés, Oviedo (zona antiga, catedral e monumentos do estilo pré românico, , San Miguel de Lillo, San Julián de los Prados e Santa María del Naranco), porto de Luarca, Castropol.

 Livros

- Cudillero en la mirada. Juanjo Arrojo y Gonzalo del Rosal. Ediciones Picu Urriellu, 2004. 8€

- Asturias 2012 Guía Viva. Vários autores. Editorial Anaya Touring, 2012. 15€

- Viaje por Galicia y Asturias. Richard Ford. Trea, 2005. 50€

- Picos de Europa 2012. Escapada rural. Vários autores. Gaesa. 10€


Gastronomia

 Cozinha

Os pequenos-almoços são muito completos, com doçaria caseira e típica da região, com bolos, rosquilhas de anis, frixuelos (uma espécie de crepe) ou torrijas (tipo fatias douradas). Não faltam os enchidos, os queijos das Astúrias, os iogurtes, o pão com tomate e azeite e o sumo de laranja. O hotel não dispõe de restaurante, mas a cidade de Cudillero tem uma oferta gastronómica magnífica.

 Os Produtos Típicos

Fabes (feijão branco gordo), queijos, enchidos, cerâmica, facas de Taramundi, peixe seco de Cudillero, sidra natural.


Instruções 

De carro: desde Oviedo, via Avilés e autoestrada A8, 40 minutos.
De autocarro: serviços diários da empresa ALSA com partida de Oviedo, Avilés e Gijón. Tel. 985 969 696 y 902 422 242.
De avião: aeroporto de Astúrias a 10 minutos do hotel.
De comboio: empresa FEVE, ligações Ferrol-Oviedo e Oviedo-Santander-Bilbao. A estação de Pito fica a poucos metros do hotel. Teléfono 985 982 381.


Galeria