Casa Juan Sahara


O Hotel

No sul de Marrocos, sair dos circuitos mais usuais ganha ares de aventura. Torna-a mais intensa. A Casa Juan chama-se assim porque Juan Antonio, fotógrafo de destaque e aventureiro nato, comprou uma casa a um berbere onde outrora se via passar as caravanas que vinham da África Subsaariana para os mercados de Marraquexe e do norte de Marrocos. Fica situada num lugar mágico, pela sua autenticidade, silencioso, alheio ao turismo, entre Zagora e as dunas de Mahamid, onde termina o asfalto. Aït Isfoul é uma aldeia localizada nesta zona de transição entre as últimas planuras do deserto de pedras –hamada – e as primeiras dunas do deserto de areia. Crianças e mulheres carregam fardos de lenha a caminho das suas casas de adobe, entre palmeiras e sulcos de areia, uma imagem bíblica. O hotel é de uma simplicidade extraordinariamente agradável, com paredes de adobe, janelas arejadas e muita cor. Cor que à medida que avançamos para sul se vai tornando mais intensa. Ocre e anil, branco e verde são as cores que predominam nas casas, nas casas de banho e nos espaços comuns. Espaços onde as fotografias e a arte africana permitem libertar ainda mais o espírito. Ao cair da tarde ouve-se apenas o som do vento nas palmeiras, os risos longínquos das crianças e o chamamento das suas mães. Um espaço ancestral.


Acessibilidade

A zona em volta do hotel não está preparada para o acesso com cadeira de rodas mas todo o estabelecimento está organizado no piso térreo, sem barreiras arquitectónicas. O pessoal do hotel facilita às pessoas com mobilidade reduzida o acesso a veículos todo-o-terreno para fazer trajectos pelo deserto. O hotel é um regalo para os sentidos, quer pela sua dimensão, quer pelo seu silêncio. Dispõe de sinalização em relevo nas portas dos quartos e dos lavabos comuns.


O que fazer?

 Atividades

O hotel organiza todo o tipo de excursões em 4x4 na zona e em toda a região de Marrocos. Ocupa-se de toda a organização desde a chegada do cliente ao aeroporto de Marraquexe. Recomenda-se uma visita a Zagora em dia de mercado, à medina subterrânea de Tamegroute e às dunas de Mahmid. A zona à volta do hotel não é fácil para uma cadeira de rodas, mas é um prazer para os sentidos.


Gastronomia

 Cozinha

Cozinha tradicional marroquina, um deleite de aromas e produtos biológicos.


Instruções 


Galeria